terça-feira, 19 de junho de 2012

Novidade para tratamento da Hiperidrose - miraDRY




O miraDRY é um aparelho lançado há poucos meses nos Estados Unidos e serve, por enquanto, APENAS para tratar hiperidrose axilar.

Ainda vai demorar um bom tempo para chegar ao Brasil e ainda por cima o tratamento é caro, mas parece super interessante  e eficaz!




Segundo o fabricante, estudos mostram que 90% dos pacientes obtém algum tipo de redução do suor axilar e a média de redução do suor é de 82%. - Parece bom, né?

E como funciona esse tratamento?

O miraDRY lança energia eletromagnética diretamente nas axilas de forma precisa e controlada, para que essa energia atinja e destrua  as glândulas sudoríparas através do precesso de termólise (decomposição pelo calor). Enquanto isso as partes superficiais da pele são tratadas e resfriadas.


 

O processo é realizado com anestesia local (injeção de lidocaína).

Após o tratamento o paciente sente alguns incômodos por uns dias, é preciso fazer  compressas com gelo e tomar medicação para dor. Pode haver inchaços e dormência na região por um curto período.

Recomenda-se realizar o procedimento pelo menos duas vezes para assim atingir os efeitos desejáveis.

Segundo a Miramar Labs (fabricante do miraDRY), estudos mostram que a sudorese compensatória não aparece como motivo de preocupação.

Custo médio de cada aplicação: 3 mil dólares. :(

Em resumo, é isso! Cada novo tratamento é um avanço, é mais um passo em direção à cura total e abre mais o leque de opções. Já li muitos depoimentos de americanos super satisfeitos com o miraDRY. Vi também muitas fotos do pós-tratamento e algumas pessoas ficam com as axilas super inchadas e sofrem um pouco até se recuperaren totalmente do procedimento, mas parece que vale à pena!

Qualquer novidade sobre o miraDRY no Brasil, postarei aqui no blog!

Beijocas!

Isabel
Contato: isabel.borges@globo.com

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Mau cheiro nos pés (Bromidrose)

Olá pessoas!

Hoje vou falar de um problema que eu felizmente não tenho, mas estou com um produto aqui que merece ser testado por alguém!!!

É o Odaban Foot & Shoe Powder:


Infelizmente esse produto não parece ajudar com o suor não... É indicado para o mau odor dos pés, o famoso chulé (bromidrose). Acredito que os melhores resultados devem ocorrer com pessoas que não suem muito nos pés, mas que sofram com o chulé. Mas acho que também vale a tentativa pra quem tem o mau odor e também sue excessivamente.

Ele é basicamente um pó que deve ser aplicado da seguinte forma:

1- Escolha um sapato que você use todos os dias.
2- Aplique uma colher do pó em cada pé do sapato durante 7 a 10 dias.
3- Pronto! O efeito sem odor dura até 6 meses.

Preciso de um voluntário que tenha esse problema e esteja disposto a testar esse produto e depois contar pra gente dos resultados. Deixe seu comentário contando um pouco do seu problema e seu email para contato. 

O escolhido irá receber o produto em sua casa sem nenhum custo. Lembrando que isso é coisa séria, portanto só escreva se você realmente tem o problema e se estiver disposto a escrever todas as suas impressões para ser publicado aqui no blog.


Beijocas!

Isabel
isabel.borges@globo.com

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Raiva dos comerciais de antitranspirantes

Hoje venho falar sobre o completo mau gosto que damos de cara o tempo todo: os comerciais e propagandas de antitranspirantes.

O mais recente da Axe mostra homens que sofrem de um problema: "A TRANSPIRAÇÃO PRECOCE".

Todo mundo sabe que essa doença não existe, é apenas um trocadilho com o famoso problema da ejaculação precoce, da qual muitos homens sofrem. Começando por esse trocadilho a gente já percebe que a Axe está associando o suor com um mau desempenho do homem no que tange às relações com as mulheres. 



Vemos na propaganda que o cara que sofre com essa "transpiração precoce" é geralmente um tipo meio esquisitinho e pouco atraente, e que pra piorar provoca repulsa nas belas e sensuais mulheres devido às suas marcas de suor que aparecem na roupa depois de vê-las. Porém, após usar o desodorante o cara fica sequinho e, por isso, conquista todas elas. Uau...

Já está claro para nós que a Axe está com sua campanha voltada para a associação do homem que sua muito como aquele que tem problemas na hora de suas conquistas sexuais. Fato claríssimo.



O ruim disso tudo é que esse "probleminha" aí retratado por eles de forma caricata e depressiva tem um nome real, existe na real e atinge homens e mulheres: a HIPERIDROSE. Esta mesma hiperidrose para qual o produto citado não faz efeito algum.

E é revoltante ver sua condição - sua doença! -, sendo tratada de forma leviana, quase que como um deboche.

É saber que nós que sofremos tanto com a falta de informação das pessoas com relação ao nosso problema, ao invés de termos numa empresa desse porte uma aliada, temos uma inimiga, que só colabora para que todos continuem desinformados e continuem achando que suar demais é um problema bobo e de fácil solução... parece que só sua demais quem quer! Ainda por cima mostram uns caras meio patéticos, com caras de bobo, babando por uma garota e suando sem parar por isso.... tem palavra melhor pra definir? Patético. 

Mas não! Nós não temos controle algum sobre nosso suor, a Hiperidrose é uma doença e deveria ser tratada como tal e não virar motivo de piada para a gigante Unilever vender mais e mais frascos para aqueles que são enganados achando que vão realmente se livrar daquela transpiração excessiva. Nós sabemos muito bem que transpiração excessiva não é controlada por nenhum desses antitranspirantes que temos nas farmácias e que aquele nível de transpiração do comercial de forma alguma seria controlado pelo produto da Axe.

É muito triste ver a gozação feita com o sofrimento alheio, afinal, aquelas situações ali expostas se inspiram na realidade. Quantos homens que tem hiperidrose axilar não sofrem na hora de se aproximar de alguém? (o mesmo valendo para as mulheres, claro). E todos esses homens com certeza até cuidam mais da higiene do que os outros, com certeza não são abobados, com certeza não são patéticos, com certeza não tem um desempenho sexual inferior que os outros homens!  

São apenas pessoas que sofrem diariamente com a hiperidrose e mereciam muito mais respeito por parte dos engravatadinhos que ficam atrás de suas mesinhas no ar condicionado, criando e aprovando esse tipo de porcaria publicitária, tão porcaria quanto o produto que tenta vender.

terça-feira, 12 de abril de 2011

TESTEI – Rexona Clinical


 Acho que atualmente todo mundo já está sabendo da novidade da Rexona. O Rexona Clinical.



Usei o produto e farei aqui uma review. Boa leitura!

Histórico:

O Clinical foi lançado já há vários meses, mas só quis me pronunciar sobre ele agora que a poeira baixou e eu resolvi também testá-lo. 

Desde seu lançamento, volta e meia recebo emails de pessoas reclamando que o produto NÃO funciona.  Já soube desde o primeiro email que o Clinical nem de longe superaria o Driclor. 

Mas em nome da ciência resolvi investir em torno de R$ 18,00 para ter em mãos o famigerado Clinical e ter a minha própria experiência com ele.

Meu caso:

Minha transpiração nas axilas não é muito forte, mas considero moderada. Suo um pouco além do que deveria, apesar de considerar que nessa região não chego a ter hiperidrose. 

Achei que poderia ser uma boa candidata a usar o Rexona Clinical pois fico num meio termo e não seria um desafio tão grande reduzir o meu suor.

Resultados:

Apliquei o produto certinho como indicado e.... Nada. Nadinha de nada. Usei por vários dias seguidos mas não senti diferença alguma com relação ao suor.  

Foi uma grande decepção, pois por mais que eu já soubesse que o produto não funcionava em casos de hiperidrose axilar, achei que pelo menos ia funcionar num caso mais leve, pelo reduzindo um pouco o suor, mas nem isso! 

Depois pesquisei mais a fundo e em vários blogs sobre cosméticos e produtos de beleza vi comentários de meninas que suam normalmente mas que também não gostaram dos resultados... Me arrependi desse meu teste, pois muitas outras pessoas já testaram e os resultados não foram muito diferentes do meu.

Veredito:

CORRE QUE É CILADA!

Talvez ele funcione para alguns, mas ainda não descobri ninguém (que tenha hiperidrose). Já vi algumas pessoas aleatórias pela internet comentando que “O Rexona Clinical é ótimo!!!” mas acho que só algumas pessoas que tem o suor absolutamente normal devem sentir qualquer diferença. Quem sua em quantidades maiores e quem tem Hiperidrose mesmo dificilmente vai conseguir efeitos positivos. 

Observação:

Desde quando o produto foi lançado, prestei muita atenção em todas as propagandas, sejam as da TV a cabo, sejam as da internet e notei a GRANDE SACADA dos caras da Rexona:

Quase nunca é mencionado o nome HIPERIDROSE. Achei estranho eles usarem o termo “SUOR EXCESSIVO” o tempo todo, em detrimento de “Hiperidrose”. 

Na minha opinião isso se deve ao seguinte fato: O Rexona Clinical realmente não é um produto feito para quem tem hiperidrose e por essa razão mesma eles não citam nunca a hiperidrose, pois fizeram testes e sabem que quem sua de verdade não sente nenhum efeito com essa fórmula. No entanto, ao usar o termo “suor excessivo” eles entram num campo mais SUBJETIVO, pois qualquer pessoa pode considerar que sua em excesso, mesmo que não tenha Hiperidrose.  Dessa maneira, quem tem Hiperidrose não pode reclamar que o produto não funcionou, e quem não tem hiperidrose mas acha que sua muito ou deseja suar menos também vira público alvo desse produto. 

Você sabia que 1 em cada 4 pessoas acreditam que transpiram mais que o normal? Por isso, o novo Rexona Clinical protege até 3 vezes mais que um antitranspirante comum.(Propaganda da marca).

Entende a parada? 1 em cada 4 pessoas ACREDITA QUE sua mais que o normal. É claro que a maioria delas não tem hiperidrose, afinal nem existem tantos hiperidróticos assim, senão seríamos 25% da população e não é tudo isso.  

Essa é a grande sacada que faz o produto vender e infelizmente alimentar esperanças a quem REALMENTE sua mais que o normal. 

No final das contas fica evidente que até hoje não existe um produto melhor que o Driclor, esse sim, eu assino embaixo e recomendo pois a satisfação é bem grande. 

Uma ótima semana para vocês!

Isabel
isabel.borges@globo.com
(para falar comigo, mande email, ok!?)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

A novidade, o isolamento, o encontro

Bom dia gente!!

Tá ok, meu último post foi em junho, desculpem pelo sumiço!
Mas as vezes fica difícil postar com muita frequência pois como estamos cansados de saber, nosso problema, recém considerado doença, é muito pouco estudado e as vezes não aparece nada novo pra falar. Isso não quer dizer que abandonei o blog, pelo contrário! Continuo bombando nos emails hehehehe! 

Mas cá estou eu e prometo novidades no próximo post! É sobre um novo produto que saiu no mercado, para tratar a  Hiperidrose palmar e um outro, para plantar... Vou usar primeiro e depois trarei um post completo não só mostrando os produtos pra vocês como também já mandando a real sobre se funciona ou não.

Por enquanto, vou contar uma história que me instigou muito a vir contar pra vocês:

Estava eu, no ônibus a caminho da faculdade, temperatura de uns 26º ou 27º C... Próximo a mim sentou um homem de uns 40 anos, com camisa social de mangas compridas. E perto também sentaram duas mulheres, de uns 20 e poucos anos.


Quando o homem levantou pra ir embora, a surpresa: A camisa cinza que ele usava estava completamente encharcada nas costas. As costas todas dele estavam de outra cor, cinza bem mais escuro. Imediatamente as duas mulheres olharam com cara de nojo e uma comentou a outra: "- Esse aí deve ser o maior drogado, cheirador".

Bem, não preciso dizer mais nada, né! Nós sabemos muito bem que o problema deve ser outro que nada tem a ver com isso! O cara além de sofrer com hiperidrose ainda tem que sofrer com os olhares e comentários  preconceituosos das pessoas.


Outro dia também no ônibus, dessa vez um bem lotado, uma menina de uns 16, 17 anos ficou em pé em frente ao lugar que eu estava. E eu notei o quanto as mãos dela suavam. Era claro que ela tinha Hiperidrose palmar, e fiquei numa baita dúvida se eu devia falar alguma coisa com ela ou não. Senti um impulso de falar, mas fiquei com medo de deixá-la totalmente constrangida. Pois eu sei que tudo que nós queremos é que o nosso suor não seja notado. Por outro lado, tenho certeza que poderia ajudar de alguma forma se eu falasse um pouco com ela, mas no receio de fazer algo errado, não fiz nada e logo em seguida a menina também foi embora e meu tempo esgotou sem que eu sequer tivesse me decidido sobre o que fazer. Fiquei com isso na cabeça, fico pensando se eu devia tê-la abordado e falado claramente com ela ali, mesmo que outras pessoas ouvissem, mesmo que ela ficasse com vergonha... O que fazer!?


Como visto na primeira história, o suor traz consigo a idéia da sujeira, enoja. Para quem tem o suor, traz a vergonha por provocar esse sentimento nos outros. Já recebi inúmeros emails com pessoas falando que por vezes sentem vontade de se matar, e muitos mais de pessoas que tem a vida social inteiramente afetada devido ao excesso do suor seja onde for. Muitas vezes o isolamento começa a partir da própria pessoa, para evitar um sofrimento maior quando no convívio com os outros. Concordam?

Bem, quero aproveitar para agradecer as 24,096 visitas únicas recebidas até o dia de hoje. Dia 28 de outubro de 2009 o blog foi inaugurado com a primeira postagem. Daqui a 2 dias será o aniversário de UM ANO DO BLOG!


24 mil visitas em um ano!!! Não é pouca coisa não!!! Espero que este espaço cresça cada vez mais e que aqui todos possamos encontrar alguma coisa, seja uma informação importante, uma palavra de apoio, um amigo, um alívio ou uma solução! 
Obrigada a todos vocês pelo carinho e pelo suporte para que este blog continue de pé por muitos anos mais, e quem sabe um dia eu possa postar aqui sobre a nossa cura total e definitiva! 

Beijão!!!


Ps. quer falar comigo? Mande um email para isabel.borges@globo.com

terça-feira, 15 de junho de 2010

Adquira seu Driclor

Update: 01/07/2012: Adquira seu Driclor AGORA!

Tenho disponível a pronta entrega e direto do Brasil esse produto que está fazendo a diferença na vida de muitas pessoas que sofrem com a Hiperidrose!


DRICLOR (75ml)
R$ 80,00 + FRETE

O produto é original, importado da Inglaterra. Já está no Brasil e chegará rápido na sua casa sem risco de ser taxado na alfândega ou de demorar meses para ser entregue. Preste atenção antes de comprar pois algumas pessoas vendem aqui no Brasil mas sem ter o produto em mãos, trabalham como mediadores e quem se prejudica é o consumidor, que pode ter que se responsabilizar por taxas e impostos, além de esperar semanas pela entrega.


Algumas informações importantes a serem consideradas:

1- O produto tem uma ótima durabilidade, dura meses (na média, 5 meses, variando de acordo com a intensidade do uso), o que representa uma grande economia, visto que qualquer antitranspirante ineficaz vendido nas farmácias custa entre R$ 8,00 e R$ 10,00 e dura 1 mês ou menos. O Driclor tem, portanto, considerando que dure 5 meses, custo médio de R$ 15,00 por mês.

2- Junto com o produto você receberá um Guia de Uso com todas as dicas e instruções detalhadas de uso ainda não apresentadas no blog.

3- Garantia de recebimento: Em caso de extravio ou do produto chegar danificado, basta informar do ocorrido que enviarei outra unidade!

4- Veja também:

5- FRETE: O frete PAC para todo o Brasil fica entre R$ 10,00 e R$ 18,00, dependendo da sua região. O Sedex também pode ser utilizado, um pouco mais caro, porém com a entrega mais rápida.

6- Forma de pagamento: Depósito bancário.

Para adquirir ou tirar qualquer dúvida mande email para isabel.borges@globo.com já informando seu CEP para que o valor do frete seja calculado de forma exata (por favor mande apenas email, pois os comments aqui do blog eu não posso responder com frequencia).

Até mais!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Hiperidrose agora é reconhecida como doença de pele por organizações internacionais de saúde

Depois de anos procurando legitimidade como uma doença de pele que afeta 178 milhões de pessoas no mundo, a hiperidrose está sendo reconhecida como tal pela Organização Nacional para as Doenças Raras (NORD - Organization for Rare Disorders) e  Coligação de Doenças de Pele (CSD - Coalition of Skin Diseases).

"A verdadeira vitória é para os milhões de homens, mulheres e crianças que sofrem com esta doença", disse David Pariser, presidente da Academia Americana de Dermatologia e membro fundador da Sociedade Internacional de Hiperidrose (IHHS). "Por muito tempo, eles sofreram no isolamento e vergonha de uma condição não compreendida pelo público e até mesmo membros da comunidade médica. Hoje, me junto a eles ao tomar este passo seguinte em nossa emocionante escalada constante para a consciência global e educação".

Fonte:

Super recomendo este site, simplesmente o melhor relacionado à hiperidrose, pois é feito pela própria Sociedade Internacional de Hiperidrose (International Hyperhidrosis Society - IHHS), na minha opinião, a fonte mais confiável e atual sobre a agora reconhecida doença, Hiperidrose.

Sinceramente, não sei até onde essa decisão vale para o  Brasil, mas se a Hiperidrose for reconhecida como uma doença de pele, possivelmente os médicos irão estudá-la mais profundamente e quem sairá ganhando serão os pacientes, pois como David Pariser disse, até a comunidade médica por vezes desconhece o que é este problema que afeta milhões de pessoas no mundo.

Pra quem não manja inglês o SweatHelp tem a versão em português, também excelente se você quer entender o que é a hiperidrose e quais os melhores tratamentos indicados para cada caso (é claro que eles indicam como linha principal de tratamento os antitranspirantes à base de cloreto de alumínio hexaidratado, que nós já usamos e sabemos da eficácia). Com certeza é leitura obrigatória para quem sofre com a sudorese excessiva.

Lembrando que se quiser entrar em contato direto comigo me escreva um email, ok?

hiperidroticos@gmail.com
isabel.borges@globo.com

Até a próxima!!